Codependência

A codependência química é um estado patológico em que pessoas ligadas a dependentes químicos, abrem mão de suas vidas para viverem em função dos problemas e sentimentos destes.

Indivíduos nesta situação de codependentes são afetados pela convivência com familiares ou amigos, vítimas das drogas ou do álcool. Se envolvem emocionalmente com o problema do outro a ponto de acobertarem as consequências dos atos destes dependentes.

O codependente acha-se inteiramente responsável pelo dependente e faz de tudo para minimizar as situações constrangedoras e dolorosas do álcool e das drogas.

Alguns sintomas de uma pessoa codependente:

1. Sente-se responsável pelos sentimentos, pensamentos, ações, escolhas, desejos, necessidades, bem-estar e destino de outras pessoas.

2. Sente ansiedade, pena e culpa quando outras pessoas têm um problema.

3. Sente-se no dever – quase que na obrigação – de resolver os problemas de outras pessoas, tais como: oferecer conselhos indesejados, comprar o que elas querem ou acalmar seus ânimos.

4. Prevê as necessidades dos outros e fica se perguntando por que as demais pessoas não fazem o mesmo.

5. Fica chateada quando as pessoas não fazem as coisas para si mesmas, e se sente obrigada a fazer por elas o que elas mesmas não querem fazer.

6. Diz a si mesma que seus próprios desejos ou necessidades não são importantes.

7. Sente-se mais ofendida pelas injustiças cometidas contra outras pessoas do que pelas injustiças cometidas contra si mesma. (Mentalidade de vítima)

8. Sente-se mais segura ao dar.

9. Sente-se insegura ou culpada quando alguém lhe dá alguma coisa.

10. Sente-se atraída por pessoas carentes e acha que as pessoas carentes se sentem atraídas por ela também.

11. Sente-se entediada, vazia e sem valor se não tiver uma crise, um problema para resolver ou alguém para ajudar.

12. Compromete-se a fazer mais do que poderia – não sabe dizer não.

13. Culpa os outros por suas dificuldades e sentimentos negativos.

14. Sente-se zangada, vitimada, mal-amada e usada.

15. Não entende por que os outros não têm paciência ou ficam zangados com ela por causa de todas as características acima.

Sugerimos que a Família procure os Grupos de Apoio (Amor Exigente, Al-Anon e Nar-Non) pra saber como lidar com seus dependentes no Pré, Durante e Pós Tratamento.